De encher os olhos

zupi1

Por Juliana Dias

Foi em julho. Lá estava eu, na minha tara por revistas e livrarias, sentindo aquele cheiro e papel impresso, quando me deparo com uma revista apresentacao diferente. O tamanho dela era menor do que as revistas tradicionais, metade daquelas folhas de ofício A4, a textura do papel mais opaca e resistente; e a menina dos olhos, a capa: uma obra totalmente original. A mão não se segura — abro-a. Não tem para onde correr! Encho os olhos.

O nome da revista é igualmente diferente: Zupi — e o nome vem do misto do zap e do zip. Foi criada por Allan Szacher, artista gráfico paulistano. Folheando, vc encontra exatamente o que a equipe Zupi propõe: design, ilustração, moda, grafite, cinema, tv.

O conteúdo vem de artistas contemporâneos, desconhecidos, muitos brasileiros. Gente que tá aí, no mercado de trabalho, fazendo coisa boa e merece um espaço em uma mídia interessante (às vezes, um emprego também). Na lista de colaboradores de conteúdo estão nomes em sua maioria fora da mídia tradicional, e vê-los é o ponto de partida para conhecê-los de verdade — buscar o nome, procurar exposições, até trocar uma idéia com eles, se der.

Zupi é uma revista trimestral. Com tantas imagens, faltam palavras para descrever tanta arte em uma revista só. Vale a pena esperar pelas únicas quatro revistas do ano. Ela é boa para acompanhar as tendências, apreciar, viajar, curtir um pouco das cores, deixar a mente livre de uma forma saudável, além de proporcionar uma ida museu sabendo um pouco mais de arte, nem que seja apenas pelo olhar (o que, no final das contas, vale mais do que conhecimento teórico do Google).

Acompanhar a Zupi é ter uma noção de arte moderna por outro caminho, fora daqueles discursos ‘esferoidais’ muito bem representados pelos Garotos Cults. Afinal, mais importante do que seguirmos opiniões do que já foi escrito, é analisar de verdade e sermos críticos para nós mesmos — de preferência, sem discurso pomposo.

Zupi é uma revista que se abre e não quer fechar. Conteúdo e atitude por todos os lados. Até manifesto ela tem!

* Veja também:
Site da Zupi

4 Comments

  1. Ana
    Posted novembro 17, 2008 at 4:07 pm | Permalink

    aaah, nunca encontrei essa revista para vender onde moro… que pena, deve ser ótima!

  2. Posted novembro 18, 2008 at 10:08 pm | Permalink

    Colorido-dolorido-dolorido-colorido (sem dor).

    A Zupi é bacana.

  3. Posted novembro 19, 2008 at 3:17 pm | Permalink

    Olá pessoal!
    Gostaria de pedir que vocês fizessem a divulgação do IV Colóquio de Ciências Sociais que vai ter na UFRN. A programação está no meu blog e pediria, gentilmente, que vocês publicassem por aqui.

    Fico grata!

  4. Posted novembro 20, 2008 at 6:47 pm | Permalink

    Depois de tantos elogios, Juliana, você deixa os leitores que adoram design com água na boca!!! Onde se encontra essa revista em Natal??? hehehehe


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: