– Passa a bolsa!

charge-assalto.ivancabral

Por Ceci Oliveira

Em grandes cidades é assim, vacilou, perdeu playboy! Passa a bolsa, passa o carro, passa a mulher, não passou, é bala no meio da testa!! Para muitas pessoas ser assaltado é algo extremamente traumatizante, a mim, na verdade sempre rendeu boas risadas.

Ser azarada é assim. Já sofri quatro assaltos. Dois eu nem senti. Tinha uns 16 anos, só andava de mochila, vacilei e algum engraçadinho abriu o bolso externo e levou celular, dinheiro e documentos. Os outros dois foram bastante cômicos, o primeiro nem tanto, porque rendeu uma senhora dor de cabeça, mas o segundo definitivamente foi. Há cerca de 10 minutos, sofri mais uma tentativa de assalto, dessa vez na porta de casa, e essa sim, foi a mais bizarra de todas. Incrível o quanto assaltantes podem ter medo de mënineees.

A pessoa passa a tarde inteira participando de uma seleção para assistente de marketing numa empresa funerária (fazer marketing pro além como fas?), concorrendo à mesma vaga com gente formada, e até com pós-graduação, e que para completar, tinham um, dois e até três empregos. Já sai se sentindo uma bosta, e quando chega em casa, surpresaaaaaaa: -Passaa a bolsa e não reage!

Tinha pegado um ônibus para chegar em casa, que por sinal já estava lotando. Vim descendo a ladeira levando uma chuvinha, mas naquele dilema: coloco ou não coloco o casaco para não levar chuva? Resolvi não colocar. E fui andando. Chego no portão, eis que ele se aproxima. Blusa verde, bermuda de surfista, numa moto. Estaciona e diz: -Passaa a bolsa e não reage!

Momento de terror e pânico, você fica gelada, mas sente o sangue correndo em suas veias, se treme, e ao mesmo tempo se controla pra não deixar na cara do malandro que você está com medo, não sabe o que dizer, não sabe o que fazer. Ele na moto. Eu a pé. Que chances eu tinha?! O que fazer? Correr? Gritar? Bater com a bolsa na cabeça dele?

Olhei bem o assaltante.Ele muito bem confortável em sua moto, comprada, roubada, ou emprestada, estaria longe em dois tempos. Eu não teria como identificar o meliante, capacete de merda, só atrapalha nessas horas. Olhei em volta, ninguém à vista. O tempo nunca passou tão rápido na vida. Nunca refleti tanto em tão pouco tempo.

E ele dizendo: -Passaa a bolsa e não reage! -Passaa a bolsa e não reage! -Passaa a bolsa e não reage! -Passaa a bolsa e não reage!

Na bolsa: casaco, celular, chave de casa, livro, carteira com documentos e cartão de crédito.

Olhei bem o assaltante.

– Pô, cadê a arma?penso eu.

– Pô, cadê a faca?

– Pô, cadê a caneta bic? ( Já conheci gente que foi assaltada com uma caneta bic, sério mesmo!)

O canto mais limpo. Tomei coragem. O sangue ferveu. O tremor passou. O medo passou. Fui tomada por uma força estranha chamanda: coragem!

–   Ahhhhhhhhhhhhh mermão, eu não passo essa bolsa nem a pau! Nem a pau mesmo!

– Passaa a bolsa e não reage!Se não eu te mato!

Olhei bem o assaltante. Olhei em volta. Ninguém. O canto mais limpo. Tomei coragem. O sangue ferveu. O tremor passou. O medo passou. Em dois tempos joguei a bolsa por cima do muro e fui pra perto do assaltante. Eu de braços apertos. Ele com os dois na moto.

–   Agora venha me matar seu merda!

Ele deu ré, e foi embora. Assim, simplesmente com o rabinho entre as pernas. Se fosse um cachorro tinha saído chorando! Sério mesmo!

Ser mënineee é assim, com peito grande e vozeirão até ladrão sai chorando e pedindo perdão!

5 Comments

  1. catorzianos
    Posted maio 26, 2009 at 10:44 pm | Permalink

    Detalhe: no que eu joguei a bolsa, o casaco voou pra cima do pé de jambo, mas não dá pra ver de forma alguma onde é que ele está exatamente =P

  2. Posted maio 27, 2009 at 1:44 pm | Permalink

    haieuhiauheiauheiuaheiuaheiuaheiuaheiauh

    Dá raiva mesmo, fui assaltado dus vezes, mas não levaram nada. Também acabarm saindo com o rabinho entre as pernas.

    Inclusive me lembro de um dia que estava om vc na ribeira e tentaram levar as nossas coisas se lembra?
    Depois chegou outro cara fez: mermão, devolve a coisa deles aí. Liga não, é que o bixo tá lombrado.” (…)
    haiuehiauheiuaheiuhaeiuae

    Ladrõezinhos de merda!😛

  3. Ramon
    Posted maio 27, 2009 at 8:33 pm | Permalink

    Mëninee, mermão, tu é foda, visse!
    Quando aconteceu comigo eu me caguei todinho.

  4. Posted maio 28, 2009 at 2:47 pm | Permalink

    Nem precisei ler o autor.
    Falou de assalto, já pensei quem fosse… e acertei!

    Mas pô, uma grande evolução desde o primeiro. Daqui a pouco vai ministrar cursos!

  5. betoleitefilho
    Posted maio 29, 2009 at 5:28 pm | Permalink

    kkkkkkkk

    Ceci é louca!


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: