O meio ambiente em película

CircuitoTelaVerde

Por Rayanne Azevedo

Conscientizar a população, promover debates e incentivar a produção audiovisual com temáticas ambientais. Essa é a proposta do Circuito Nacional Tela Verde, uma mostra de filmes, vídeos e animações criadas por alunos do RJ, fruto do Projeto de Educação Ambiental do Campo de Polvo e da Oficina de Cinema Ambiental Humano-Mar.

Para divulgar maciçamente a mostra, o Ministério do Meio Ambiente e o Ministério da Cultura providenciaram exibição em escala nacional em espaços como Salas Verdes, Pontos de Cultura, Coletivos Educadores e cineclubes. Os que se cadastraram para o Circuito receberam DVD’s contendo 30 curtas para exibição.

Em Natal, no IFRN, a mostra aconteceu ontem e continua hoje, durante o turno da noite, seguida de palestras por professores convidados. Alunos do terceiro período do curso de gestão desportiva e lazer do instituto organizaram a mostra que exibiu 12 dos 30 curtas participantes. Temáticas como a poluição de rios, habitação imprópria de áreas de proteção ambiental, aquecimento global e turismo sustentável ditaram o ritmo da narrativa dos seis curtas exibidos ontem. Curiosamente, todos eles tinham a população mais pobre como vítima e protagonista dos desastres ambientais que ameaçavam suas (sub[?])existências.

No curta “Do lado de cá”, o crescimento desordenado de uma cidade impeliu os moradores cada vez mais para o mangue, ameaçando o pulmão de um rio completamente tomado pela poluição. É aí que surge o impasse – o que fazer com essas pessoas? Como exigir de alguém que este abdique de sua sobrevivência em favor de um meio ambiente que ele nunca compreendeu? A situação evoca inevitavelmente o episódio das favelas que sobem os morros do Rio de Janeiro, áreas de proteção ambiental. A solução mais adequada é murar as favelas? Os curtas não propõem respostas, apenas levantam questionamentos, convidam o espectador a pensar.

A Geógrafa Erineide Silva, docente do IFRN, assistiu à mostra ontem e guiou as discussões que surgiram. Segundo ela, é preciso não só alertar a população para a importância da conscientização ambiental, mas também fazê-lo dentro da realidade de cada indivíduo e comunidade. A razão da resistência em adotar uma postura mais verde, acredita, é o antropocentrismo a que nos acostumamos. “Na hora que entendermos que não estamos acima da natureza, mas sim dentro dela, como toda a forma de vida que habita este planeta, aprenderemos a respeitá-la”.

Os interessados em conferir a mostra em sua totalidade podem acessar o site do Circuito Tela Verde, onde todos os curtas podem ser baixados ou assistidos por streaming direto da página.

One Comment

  1. lucas
    Posted setembro 30, 2009 at 7:04 pm | Permalink

    Oi 14blog. Gostaria de recomendar um site com forum sobre esses temas.
    http://www.forumrapido.com/ecologia_meio_ambiente/forum.php
    Espero que ajude em aluma coisa.
    Abraço


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: