Author Archives: Juliana Dias

Entre cabeludos e descabelados – Parte II

Por Juliana Dias Continuando nossa vista pelos lançamentos de heavy/hard desse ano (primeira parte aqui), temos o dvd do Iron e, finalmente e o Kiss em estúdio, direto da linha dos dinossauros que saíram da geladeira depois de anos, e da volta dos que nunca foram de verdade. (Se você esperou 17 anos pelo Chinese […]

Entre cabeludos e descabelados – Parte I

Por Juliana Dias Quase um lançamento em série: AC/DC volta depois de 20 anos e grava um cd. Judas Priest, na geladeira a tantos outros, também. O álbum “Chinese Democracy” finalmente foi lançado, depois de décadas só na promessa. Tem dvd novo do Iron nas bancas e o Kiss já está gravando em estúdio pra […]

Bookcrossing, uma idéia a ser cruzada

Por Juliana Dias O esquema é o seguinte: você abandona um livro em um lugar público para que alguém possa lê-lo, e os outros continuam esse processo para que o livro siga adiante. Antes de deixá-lo nas paradas de ônibus, shoppings, metrôs ou um lugar público da sua escolha, você cadastra a obra no site […]

Involução Virtual

Por Juliana Dias Transmitir aqueles dados urgentes para o seu chefe, enviar um e-mail para um amigo na Escócia, ler as últimas notícias em tempo real, ouvir a nova música de uma banda da Turquia, tudo ao mesmo tempo, do mesmo aparelho. A cena, cada vez mais comum, só vem confirmar a influência que a […]

De encher os olhos

Por Juliana Dias Foi em julho. Lá estava eu, na minha tara por revistas e livrarias, sentindo aquele cheiro e papel impresso, quando me deparo com uma revista apresentacao diferente. O tamanho dela era menor do que as revistas tradicionais, metade daquelas folhas de ofício A4, a textura do papel mais opaca e resistente; e […]

Pagodão nos anos 90: quem saiu ileso?

Por Juliana Dias Naquela época, ver qualquer aglomeração com mais de cinco homens de terno só remetia a uma coisa:  um grupo de pagode. E a suposição geralmente era certa. Quase todo mês estourava um grupo diferente. Os nomes variavam. Na ala dos mais populares, Art Popular, Karametade, Molejão, Os Travessos, o Katinguelê e o […]

Complete o quadro

Por Juliana Dias Fotos por Fábio Farias É isso mesmo, está tudo por interpretar. Vê aqueles tracinhos ali, formando umas pessoas, quase um diálogo? Pronto, é gestalt pura. Tem uma dose de expressionismo também, pode ver? E se enxergar mais fundo, vai notar também uma influência de Vicente Vitoriano e alguns artistas daqui do RN. […]

Mangá da Turma da Mônica?

Mais ou menos. Nem é gibi nem é mangá. Tá ali no meio, sem querer chocar os antigos fãs e sem querer desagradar a nova geração. Para começar, você começa a ler o gibi do lado que você lê seus quadrinhos ocidentais. O desenho carrega traços um pouco orientalizados, principalmente na hora de demonstrar grandes […]